Policia Federal prende o ex-presidente Michel Temer na operação força-tarefa da Lava Jato

Foto: Reprodução TV Globo

A força-tarefa da Lava Jato prendeu na manhã desta quinta-feira (21), em São Paulo, o ex-presidente Michel Temer, ele responde por dez inquéritos. Temer foi conduzido ao Aeroporto de Congonhas, onde vai embarcar em um voo que será encaminhado para o Rio de Janeiro em um avião da Polícia Federal. O ex-presidente deve passar por um exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal – IML em um local reservado e não deve ser levado à sede da PF de São Paulo, na Lapa. Desde a última quarta-feira (20), a Polícia Federal tentava rastrear e confirmar a localização de Michel Temer, sem obter sucesso. Em virtude do fato, a operação prevista para as primeiras horas da manhã desta quinta-feira atrasou.
Os agentes ainda tentam cumprir um mandado contra Moreira Franco, ex-ministro de Minas e Energia. Os mandados são de prisão preventiva e foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro. Entre outras investigações, o ex-presidente é um dos alvos da Lava Jato do Rio. O caso, que está com o juiz Marcelo Bretas, trata das denúncias do delator José Antunes Sobrinho, dono da Engevix. O empresário disse à Polícia Federal que pagou R$ 1 milhão em propina, a pedido do coronel João Baptista Lima Filho (amigo de Temer), do ex-ministro Moreira Franco e com o conhecimento do presidente Michel Temer. A Engevix fechou um contrato em um projeto da usina de Angra 3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *