Ascom comunica que moradores estão recusando visitas de agentes contra a dengue em Livramento

0
Foto: Arquivo Ascom
Compartilhe!

Com casos confirmados em 24 países, a epidemia do novo coronavírus acabou levantando um alerta preocupante entre a população brasileira, o (codiv-19) já provocou 34 mortes no país. No mundo, o número de pessoas infectadas supera 340 mil.
Diante desse cenário, a Secretaria Municipal de Saúde de Livramento de Nossa Senhora, intensificou na cidade uma importante campanha de conscientização na prevenção do novo coronavírus.
Outra doença viral que merece atenção no Brasil é a dengue. Apenas em 2019, foram registrados mais de 1,5 milhão de casos prováveis da enfermidade no país.
A Ascom – Assessoria de Comunicação de Livramento comunicou a imprensa local nesta terça-feira (24), que além da prevenção ao coronavírus é importante que a população livramentense também se previna contra o mosquito da Dengue (Aedes aegypti), para não sofrer um surto do mosquito em nosso município.
Segundo informações, alguns moradores não estão autorizando os agentes de endemias a terem acessos em suas residências, em virtude do surto do coronavírus. As pessoas que estão de quarentena cumprindo a campanha #FicaEmCasa, suponha que as visitas em suas casas vão transmitir a doença.
A Ascom informa que os agentes de endemias estão protegidos para fazer a inspeção nas residências, os mesmos estarão usando mascaras, luvas e também o crachá de identificação. Os moradores não deverão se preocupar com a contaminação, pois os agentes manterão distância das outras pessoas e não estão contaminados.
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, prestou um esclarecimento importante sobre a letalidade do vírus em território nacional. Em coletiva de imprensa, ele apontou que dengue, sarampo e febre amarela são doenças que “infinitamente mais matam no Brasil” quando comparadas ao novo coronavírus.

Deixe seu comentário!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui