O Ministério Público estadual, por meio da promotora de Justiça Karina Costa Freitas, está apurando as notícias veiculadas através de vídeo que demonstra ausência de aplicação do material imunizante da vacina do sars-cov-2 em idosa residente na Comunidade de Contagem, zona rural do município de Rio do Pires e está adotando as providências cabíveis para apurar os fatos e possível responsabilização. O MP já solicitou, com urgência, diversas informações ao Município com a missão de concretizar a apuração de modo célere e eficaz.

A promotora de Justiça, Karina Costa Freitas, que atua na Comarca de Paramirim, que abrange o município de Rio do Pires, está atuando de modo articulado com delegado de Polícia Civil Márcio Andrei Tito Moreno Oliveira, titular da delegacia de Rio do Pires. O trabalho de apuração está sendo feita de forma articulada com os coordenadores do Centro de Apoio Operacional da Saúde Pública (Cesau), promotora de Justiça Patrícia Medrado, do Centro de Apoio Operacional da Moralidade Administrativa (Caopam), promotor de Justiça Frank Ferrari, do Centro de Apoio Operacional Criminal (Caocrim) CAOCRIM, Dr. André Lavigne e do Grupo de Trabalho para acompanhamento das ações de enfrentamento do coronavírus – GT Coronavírus.

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
FanPage
Publicidade
LM NO YOUTUBE

O que publicamos hoje,
diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta LM gratuita.

Entre em nosso grupo do WhatsApp!