‘Bolsonaro não está apto a exercer o cargo político mais importante do País”, diz coronel da PM

‘Bolsonaro não está apto a exercer o cargo político mais importante do País”, diz coronel da PM

O coronel da Polícia Militar de São Paulo, Glauco Carvalho, fez duras críticas a Jair Bolsonaro e a sua postura frente ao governo em meio à crise do coronavírus. “Como Militar, sinto-me envergonhado por tantas ações atabalhoadas, extravagantes, ridículas e mesquinhas”, disse o coronel em desabafo em um grupo de policiais no WhatsApp.

“E esse presidente, despreparado para o cargo, me comparece à manifestações e diz ‘se eu pegar é responsabilidade minha’!!! Surreal. Deveria sofrer um impeachment!!!”, acrescentou.

O coronel Glauco, que hoje é o vice-presidente do Clube dos Oficiais da PM e foi candidato a vereador pelo partido No, disse em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, que “há uma postura muito frágil do presidente da República em relação à gravidade da difusão dessa doença em solo brasileiro”.

“E a inação dele vai gerar muitas mortes no Brasil – eu espero estar sinceramente equivocado. Essa postura dele de minimizar o quadro só vai agravar a situação e levar à perda de vidas. Isso me levou a me envergonhar de ser militar como ele e sermos preparados para crises graves. Fiz essa postagem me desculpando perante um grupo de pessoas pela postura de um presidente que eu entendo não estar apto a exercer o cargo político mais importante do País”, acrescentou.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!