Com o avanço nos casos de coronavírus, cada vez mais pessoas tem procurado os hospitais e postos de saúde, em busca de testes que diagnostiquem se estão ou não contaminados com o novo coronavírus. Esse aumento de demanda tem pressionado cada vez mais o serviço de saúde, tanto público e privado, já que os laboratórios tem levado muito mais tempo (às vezes até uma semana) para dizer se uma pessoa está ou não contaminada com o novo vírus.

Agora, já existe um teste rápido capaz de fornecer o diagnóstico para essa doença em cerca de 10 minutos. Importado pela Medlevensohn, empresa brasileira e uma das maiores distribuidoras de produtos médicos do país, a solução, que já é utilizada em mais de 12 países (entre eles a Alemanha, França, Itália e China), é capaz de identificar a presença do vírus no organismo com apenas uma gota de sangue. O teste rápido, que será focado no serviço público e privado de saúde, tem alta taxa de confiabilidade (99,3%) e pode ser aplicado em qualquer lugar, já que não requer uma estrutura laboratorial complexa e muito menos precisa de profissionais altamente treinados para ser operado. A tecnologia já pode ser adquirida pelo governo brasileiro.

A adoção de uma metodologia para diagnóstico instantâneo da Covid-19 é muito importante para o enfrentamento das próximas fases do surto da doença, que deve infectar 44 mil pessoas apenas no estado de São Paulo nos próximos quatro meses. O exame disponibilizado pela MedLevensohn possui confiabilidade de 99,3%, ou seja, de cada 100 casos testados, 99,3 apontarão um resultado correto.

“O teste rápido para coronavírus é realizado de forma muito simples. Colhemos uma gota de sangue, via pequena perfuração na ponta do dedo, espalhada depois em uma tira. A visualização do resultado é clara, informando em cerca de dez minutos se o diagnóstico é negativo ou positivo”, afirma Anna Luiza Szuster Seara, diretora de Relações Internacionais da Medlevensohn.

Diferentemente do teste laboratorial, a tecnologia instantânea pode ser operacionalizada por qualquer profissional de saúde e utilizada em unidades básicas de saúde, pois não requer uma grande estrutura laboratorial e tampouco colaboradores com alto grau técnico.

 

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
FanPage
Publicidade
LM NO YOUTUBE

O que publicamos hoje,
diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta LM gratuita.

Entre em nosso grupo do WhatsApp!