Três pessoas da mesma família ficam feridas após carro de passeio colidir contra carreta na BR-242

Três pessoas da mesma família ficam feridas após carro de passeio colidir contra carreta na BR-242

Foto: Whhatsapp / Livramento Manchete

Três pessoas da mesma família ficaram feridas, em um acidente de trânsito ocorrido na noite do último sábado (09), por volta das 19:00h, na rodovia BR-242, trecho que liga os municípios de Luís Eduardo Magalhães e Barreiras. Segundo informações obtidas pelo Livramento Manchete, um veículo de passeio que estava sendo ocupado por um casal e uma criança, colidiu violentamente contra a traseira de uma carreta que realizava uma manobra no meio da pista de rolamento. Ainda segundo informações as vítimas foram socorridas por uma equipe do SAMU 192 e encaminhadas para o Hospital do Oeste, mas não correm risco de morte. Conforme informações, o condutor da carreta tentou fugir do local do acidente, porem foi contido e detido por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal – PRF.

Jovem de 18 anos é preso suspeito de estuprar o primo de dois anos

Jovem de 18 anos é preso suspeito de estuprar o primo de dois anos

Foto: Divulgação / Polícia Civil

Um jovem identificado como Mateus de Jesus Silva, conhecido como “Têteu”, de 18 anos, foi preso suspeito de estuprar o primo, uma criança de dois anos, o crime aconteceu na cidade de Mortugaba, no sudoeste da Bahia. Segundo informações da Polícia Civil, o abuso foi constatado pelos pais da vítima, que acionaram os agentes após desconfiarem do estupro.
De acordo com informações dos investigadores, o crime foi registrado no dia 02 de maio, na zona rural daquele município. O jovem mora próximo a residência da vítima. Com informações através da denúncia e após análise de laudos periciais, a polícia decretou a prisão preventiva do suspeito. Ele foi localizado seis dias após o crime na localidade de Agreste, também na zona rural de Mortugaba. Em depoimento a Polícia, Mateus confessou o crime e alegou que teria abusado do primo após sentir ‘uma coisa ruim na cabeça’. Ele permanece preso, à disposição da Justiça. Não há informações sobre o estado de saúde da criança.