Bahia é o estado com mais crimes violentos no país, aponta ONG de segurança pública

Bahia é o estado com mais crimes violentos no país, aponta ONG de segurança pública

crimes-violentos-queda

A Bahia foi apontada como o estado brasileiro com mais mortes violentas intencionais no ano de 2015. De acordo com dados divulgados nesta sexta-feira (28) pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, aconteceram 6.338 casos no ano passado. Apesar da liderança em números absolutos, a Bahia fica na sétima posição considerando o número de mortes por 100 mil habitantes, com taxa de 41,7. O Fórum Brasileiro de Segurança Pública é uma organização não-governamental que atua na área da atividade policial e da gestão da segurança pública. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) avaliou que divergências nas metodologias usadas pelas unidades federativas brasileiras “induzem a um erro grosseiro” na pesquisa. “Na Bahia, todas as ocorrências envolvendo mortes, independentemente da investigação ou elucidação, são considerados Crimes Violentos Letais Intencionais. O mesmo acontece com ocorrências que envolvem mais de uma vítima. Cada morte é considerada uma CVLI, diferente de outros estados que consideram chacinas como um crime único”, explica o comunicado. Na comparação com 2014, por outro lado, o estado apresenta melhora discreta. Há dois anos, o levantamento registrou 6.366 mortes violentas intencionais, também a maior marca do Brasil. A taxa por 100 mil habitantes era de 42,1, o que representa queda de 0,9% entre os dois anos. A categoria Mortes Violentas Intencionais corresponde à soma das vítimas de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenções policiais em serviço e fora. Um dos índices em que a Bahia apresentou melhora foi o número de policiais mortos em situações de confronto. Em 2014, foram registrados 30 casos, contra 19 no ano passado. o número considera as mortes em serviço e fora do serviço. Por outro lado, as mortes decorrentes de intervenção policial subiram de 278 para 299 no mesmo período.

Com informações Bahia Noticias.

Governo reconhece situação de emergência em Barreiras e Mairi após estiagem

Governo reconhece situação de emergência em Barreiras e Mairi após estiagem

estiagem

Foto: Reprodução

Mais duas cidades baianas estão em estado de emergência, de acordo com o Diário Oficial do Estado, publicado neste sábado (23). Barreiras e Mairi sofrem com a estiagem, que afeta diretamente suas economias. No documento, o governador Rui Costa (PT) reconhece a situação de emergência por 90 dias. Um estudo feito pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) mostrou que houve crescimento da seca em todo o Nordeste.

Meteorologistas informam que a partir deste mês Sertão vai virar mar

Meteorologistas informam que a partir deste mês Sertão vai virar mar

 

Chuvas-no-Sertão-17.12.15-2

Foto: Reprodução

O fenômeno climático La Niña já começa a se configurar no Pacífico, e a partir do início da próxima Primavera deve ser tão prejudicial para a agricultura quanto El Niño. É o que dizem os meteorologistas da Climatempo, apontando que haverá secas no Sul e aumento das chuvas no Norte e Nordeste, por conta de mudanças significativas nos padrões de precipitação e temperatura ao redor da Terra. A previsão dos meteorologistas da Climatempo dão conta de que o fenômeno meteorológico La Niña já esteja presente no Brasil a partir deste mês de Outubro, permanecendo ao longo de 2017, provocando aumento nas chuvas em todo Norte e Nordeste.

sertao-homem

La Niña é a fase fria de um fenômeno atmosférico-oceânico. Ela é caracterizada pelo esfriamento anormal das águas superficiais do Oceano Pacífico Tropical. O especialista projeta que La Niña já esteja presente no Brasil a partir deste mês de Outubro, permanecendo ao longo de 2017.

Brumado: Feto de quatro meses é encontrado em lixeira de hospital na Bahia

Brumado: Feto de quatro meses é encontrado em lixeira de hospital na Bahia

DSCN1293

Foto: Ailton Oliveira / Livramento Manchete

Um feto de quatro meses foi encontrado dentro de uma lixeira no Hospital Municipal Professor Magalhães Neto, no município de Brumado, Sertão Produtor. De acordo com informações do portal G1, funcionários da equipe de higienização da unidade encontraram o feto no final da manhã da última terça-feira (11) quando recolhiam o lixo. Segundo a Polícia Civil, o feto foi recolhido e levado para o Departamento de Polícia Técnica de Brumado após uma equipe ser acionada. Ainda de acordo com a publicação, ainda não há informações sobre a identidade da pessoa que jogou o feto na lixeira e o caso está sob investigação.